Monsanto

Mesmo aqui ao lado da selva urbana há uma outra selva... Monsanto. Em dias de calor é bom passar para o lado de lá, embrenharmo-nos na sombra dos pinheiros mansos, no cheiro a flores silvestres, descobrir caminhos novos que afinal vão dar a uma horta, a uma casa, a um quintal...







Por estes dias a quantidade de polens no ar é de tal maneira que não dou um passo sem espirrar que nem uma maluca, mas isso não me faz voltar para trás, pelo contrário, dá-me uma grande vontade de rir. Porquê? Porque cresci no campo e fiquei com estas alergias tolas precisamente quando fui viver para a acidade. Irónico não é? 


This entry was posted in . Bookmark the permalink.

1 Response to Monsanto

  1. xuxudidi says:

    Giro, falei de ti ontem numa viagem em excelente companhia. O teu nome veio a baila mas embora capaz de reproduzir um pouco o teu percurso nas diversas regiões do país, fui incapaz de me lembrar donde vinhas:)
    Levo para as férias a tua receita de compota de limão:) Beijinhos,